Decoração com Tapetes Tipos de Tapetes

Diferenças entre tapetes de juta e tapetes de sisal

Os tapetes de juta e os tapetes de sisal aparentam ser quase iguais, no entanto, existem algumas diferenças importantes entre ambos, que podem fazer toda a diferença na hora da escolha de qual comprar. Ambos conseguem trazer para a decoração de qualquer espaço um elemento natural, mas devido às suas diferenças o resultado decorativo final é bem diferente.

Tanto os tapetes de sisal como os tapetes de juta têm vindo a crescer em termos de popularidade, sendo já uma alternativa bastante usada em substituição de tapetes de fibras sintéticas ou até de outras fibras naturais mais dispendiosas, como a lã ou seda.

Se pretende um tapete de fibras naturais, cujo fabrico é feito exclusivamente com materiais sustentáveis, então pode optar por qualquer um deles, juta ou sisal. No entanto, há certas características e diferenças sobre estes dois tipos de materiais que deve ficar a conhecer para poder fazer a escolha mais acertada. Aqui ficam algumas das principais diferenças entre tapetes de juta e tapetes de sisal:

Origem


A juta é principalmente cultivada em Bangladesh e na Índia. As fibras aproveitadas para fazer estes tapetes encontram-se entre a casca e o talo interno e a extração é feita pelo processo da maceração. As plantas são cortadas rente ao solo por meio de foices, são limpas das folhas e postas em feixes dentro da água corrente ou parada.

O sisal é extraído de uma planta chamada Agave e é uma planta originária do México. Plantas de sisal são cultivadas principalmente no Brasil, África e China.

Cor

Os tapetes de juta tendem a ter uma cor mais bege ou castanha. Enquanto os tapetes de sisal apresentam tons mais claros como um creme ou um branco sujo. Para além desta diferença mais óbvia, os tapetes de juta apresentam também variações de tonalidades em relação à sua cor natural. Ou seja, cada tapete tecido acaba por ficar com um padrão de cor distinto de qualquer outro, dependendo da forma como foi feito.

Textura

As fibras naturais com que os tapetes de juta são feitos são suaves e mais macias, com um brilho de cera que se assemelha ao de cânhamo ou de linho. As fibras usadas na confecção dos tapetes de sisal são mais ásperas, podendo tornar-se desconfortáveis para pés mais sensíveis.

Durabilidade

Embora os tapetes de juta sejam muito duráveis, não são os mais apropriados para zonas de maior tráfego, sendo mais adequados em divisões da casa como salas de jantar ou quartos. Os tapetes de sisal já podem ser usados em zonas de maior passagem, sendo ideais para colocar na entrada da casa ou salas de estar e de convívio. Ambas as fibras são susceptíveis de ficarem danificadas quando em contacto com água ou quando expostas a sol direto.

Custo

Devido a terem menor durabilidade que os tapetes de sisal, os tapetes de juta são um pouco mais baratos. Tanto tapetes de sisal como tapetes de juta são muito simples de limpar e são feitos com fibras biodegradáveis e amigas do ambiente. Nenhuma destas fibras involve o uso de produtos químicos perigosos durante a sua produção.



1 comentário

  1. Maria Isabel Vicente 4 de Agosto de 2014

Deixe o seu comentário

Nome : Email :