Decoração com Tapetes Decoração com Tapetes e Carpetes Tipos de Carpetes Tipos de Tapetes

Tapetes e Carpetes

Uma das formas mais fáceis de decorar ou renovar qualquer divisão da sua casa é simplesmente adicionar ou mudar um tapete ou carpete já existente, criando imediatamente um novo ambiente de requinte na divisão em causa. Hoje em dia podemos ver tapetes e carpetes em qualquer espaço, uma vez que nos proporcionam mais conforto e tornam o ambiente mais acolhedor.

Fabricados em diversas formas, cores, texturas e materiais, os tapetes e carpetes tornaram-se em um elemento decorativo de grande popularidade nos últimos anos. O seu valor também é bastante abrangente, havendo diferentes preços consoante o seu tamanho e materiais utilizados na sua confecção.

História dos tapetes e carpetes


Os tapetes e as carpetes já existem desde os primórdios da humanidade, pensando-se que tenham sido utilizados, inclusive, pelo mais primitivo dos homens, que aproveitava as peles animais como forma de cobrir o chão do seu abrigo, e não apenas para cobrir o seu corpo. Com uma história de cerca 2.500 anos de fabricação, o tapete mais antigo descoberto, foi encontrado na Sibéria. Este raro exemplar revelou que já nos tempos mais remotos o seu método de fabrico se mantinha muito similar ao actual.

A cultura árabe possui também uma forte ligação histórica ao uso de tapetes, que sempre se mantiveram como uma peça de extrema importância nos seus cultos religiosos. No Oriente os tapetes eram maioritariamente utilizados como decoração para as paredes, uma vez que eram vistos como sendo preciosos de mais para estarem no chão, excepto em práticas religiosas.

Os tapetes chegaram ao Ocidente pela mão de Marco Polo. Por esta altura os tapetes ganharam uma dimensão totalmente diferente, passando a ser encarados como símbolo de ostentação, de arte e como objectos decorativos. Com o passar do tempo, o tapete passou a ter o uso que conhecemos hoje, a ser utilizado sobre o chão.

Diferença entre tapetes e carpetes

Apesar do senso comum, existem grandes diferenças entre tapetes e carpetes, tornando-se pertinente no dias que correm fazer uma distinção clara entre ambos. Existe uma ideia generalizada que ambas as palavras significam o mesmo, mas na verdade tapetes e carpetes são distintos.

Enquanto as carpetes são fixadas ao rodapé, ou seja, ocupam toda a área da divisão onde forem colocadas, os tapetes podem ser de diversos tamanhos e feitios, sendo colocados numa área específica à sua escolha, como por exemplo, por debaixo de uma mesa, de um sofá ou de uma cama, deixando a restante área da divisão descoberta.

Alguns especialistas alegam que os tapetes e especialmente as carpetes podem causar alergias ou agravar doenças respiratórias, devido à sua forte capacidade de reterem nas suas fibras, quer sejam naturais ou artificiais, o pó e as impurezas que se encontram no ar das nossas casas, como é o caso dos pêlos dos animais, por exemplo. No entanto, este é um tema bastante debatido entre os diversos especialistas, que se dividem acerca do tema. As carpetes e os tapetes são bastante recomendados por alguns especialistas de higiene doméstica, que alegam que o facto do pó e impurezas ficarem retidos nas carpetes irá proporcionar uma melhor qualidade do ar respirável, uma vez que estamos em menor contacto com os agentes nocivos.

Algo importante a reter é a necessidade de efectuar uma limpeza regular, de preferência através da aspiração, procedendo esporadicamente a uma limpeza mais profunda e profissional, com o auxílio de produtos ou profissionais especializados na limpeza de tapetes e carpetes. Seguindo estes cuidados é possível ter um ambiente harmonioso e livre de alergias. Um bom tapete ou carpete fazem toda a diferença na decoração de uma casa.



1 comentário

  1. Sandra Dias 14 de Junho de 2012
Nome : Email :