Tipos de Carpetes

Como escolher uma carpete

Com inúmeros modelos de carpetes disponíveis no mercado, a simples tarefa de escolher a carpete indicada para uma determinada divisão da casa pode tornar-se num verdadeiro pesadelo. Felizmente, os progressos da tecnologia dos últimos anos têm vindo a possibilitar a confecção de carpetes de cada vez melhor qualidade, acabando por facilitar em muito a nossa escolha.

Antes de comprar uma carpete deve ter em conta alguns pormenores essenciais. Neste artigo vamos explicar-lhe o que deve ter em conta quando escolher uma carpete.

Conhecer os diferentes materiais


Para poder fazer uma escolha acertada é preciso primeiro conhecer os diferentes materiais com que uma carpete pode ser produzida. Detalhes como a forma da sua confeção e resistência ao uso, são também fundamentais para decidir que tipo de carpete se adapta melhor a cada divisão da casa.

A escolha da carpete deve ser uma prioridade na decoração da casa. As carpetes proporcionam aquecimento e proteção para o piso, para além de serem um valioso elemento decorativo no ambiente, pela sua cor, textura ou padrão. Diferentes fibras conferem distintas características às carpetes. Uma carpete de lã ou uma carpete de nylon têm diferentes benefícios e desvantagens, sendo por isso necessário saber qual o material que se adapta à localização e função exigida pela mesma.

  • Carpetes de lã – Embora mais caras são uma excelente opção para ambientes mais luxuosos e confortáveis. Possuem longa durabilidade e repelem humidades. Não são aconselháveis em zonas onde possam sofrer nódoas, como cozinhas ou zonas de refeição, devido à  manutenção com produtos químicos poder vir a danificar as fibras.
  • Carpetes de nylon – Muito populares as carpetes de nylon são uma excelente opção se pretende conforto aliado a uma fácil manutenção. São muito duráveis e resistentes a nódoas e sujidades. São ideais para zonas muito movimentadas, mas sem humidade, como corredores, escadas e salas de estar.
  • Carpetes de polyester – Proporcionam o mesmo conforto que as carpetes de nylon. Apesar de terem bastante resistência a nódoas são no entanto propícias a atrair poeiras, não sendo por isso aconselhadas para zonas com bastante uso.

Localização e cor

A localização é um fator determinante na escolha da carpete mais adequada. Zonas mais movimentadas, como corredores, salas de estar ou escadas devem ter carpetes de melhor qualidade, que apresentem maior durabilidade e resistência ao uso. Embora exijam um investimento inicial mais elevado, a verdade é que esse investimento vai compensar futuramente. Zonas da casa com menos uso podem ser revestidas com carpetes de materiais mais baratos e menos resistentes.

Caso tenha crianças ou animais é aconselhável adquirir uma carpete com maior resistência a nódoas. Embora o preço seja mais elevado a carpete irá durar durante vários anos. A carpete deverá também ser macia e confortável, uma vez que as crianças e os animais passam muito tempo no chão.

A cor da carpete é fundamental na decoração do ambiente e pode inclusive contribuir para o valor de revenda da casa. Tons neutros são mais aceitáveis, embora também  sejam mais propícios a manchas e sujidades. Uma cor de carpete mais escura torna-se mais resistente a nódoas e fácil de combinar com a restante decoração da divisão. No entanto, caso tenha animais com muito pelo, este vai ser mais vísivel num tom mais escuro. Cores mais claras criam amplitude na divisão, enquanto tons mais escuros dão a sensação de um espaço mais pequeno. Carpetes multicolores são as ideais para esconder sujidade.



Deixe o seu comentário

Nome : Email :