Decoração com plantas Decoração de Casas

Decoração com plantas: plantas aromáticas

As plantas aromáticas são muito apreciadas pelo seu aroma e sabor. São muito fáceis de manter e cuidar em apartamentos e ideais para quem tem gosto pela cozinha, pois conseguem dar um gostinho especial a qualquer prato.

O facto de não necessitarem de muito espaço para florescerem significa que mesmo num pequeno apartamento é perfeitamente plausível desfrutar de um jardim aromático.

Existem diversas variedades, cada uma com as suas características distintas e necessidades próprias, sendo por isso essencial saber qual os cuidados essenciais necessários para que se conservem da melhor forma. Se não sabe como cuidar destas deliciosas plantas, então este artigo é perfeito para si, pois dizemos-lhe como as pode manter saudáveis, bonitas e muito saborosas.

 

 

As variedades de plantas aromáticas mais comuns e populares são o tomilho, o manjericão, a salsa, a salva, o tomilho, o alecrim, a hortelã, a menta, a erva-cidreira e os oregãos. Algumas são plantas anuais, como é o caso do manjericão, enquanto outras são bi-anuais, como a salsa, ou até arbustos perenes, como acontece com o alecrim ou o tomilho.

É relativamente fácil de as manter saudáveis num apartamento, no entanto, o seu cultivo pode ser mais complicado, aconselhando-se por isso que as adquira já crescidas. Desta forma não só garante que a planta se desenvolve nas melhores condições possíveis, como também pode dispor das suas folhas imediatamente. Estas devem ser recolhidas antes da planta começar a florescer, pois é o período em que tem os aromas mais intensos. O corte deverá ser efetuado logo acima de um botão, de preferência a meio da manhã.

Cuidados essenciais a ter com plantas aromáticas


Alguns cuidados essenciais são necessário para manter as plantas aromáticas com o melhor sabor e aroma possível. Entre esses cuidados destacamos os seguintes:

  • Coloque os seus vasos no local mais solarengo da varanda, terraço ou janela. O melhor local será sempre o mais luminoso possível, sendo aconselhável um local em que o sol incida entre 4 e 6 horas por dia, mas sempre de forma indireta ou as folhas acabam por secar em demasia ou até queimar.
  • Em relação à temperatura ideal para as manter saudáveis, esta situa-se entre os 21º e os 27º C. Nos meses mais frios do ano, outono e inverno, as plantas aromáticas deverão ficar bem resguardadas no interior do apartamento, mas longe de fontes de calor ou correntes de ar.
  • A rega deve ser feita consoante a variedade de planta aromática e as suas características específicas. Por exemplo, plantas que têm a sua origem no mediterrâneo, como é o caso do tomilho, lavanda ou os oregãos, não precisam de muita água, devendo apenas ser regadas quando a terra se encontrar seca. Por outro lado, as que necessitam de mais água para sobreviver devem ser regadas mais frequentemente nos períodos mais quentes do ano, como é o caso da menta ou salsa.
  • As plantas aromáticas não precisam de muito adubo para se desenvolverem e crescerem. Quando plantadas em vasos basta colocar um pouco de adubo líquido na água da rega uma vez por mês.


1 comentário

  1. Soninha Candida 18 de Junho de 2013

Deixe o seu comentário

Nome : Email :