Decoração de Casas

Dicas de decoração: estilo minimalista

Para muitos uma casa bem decorada e sofisticada é aquela em que domina a simplicidade. No entanto, para outros o conceito de minimalismo, especialmente quando aplicado à decoração, é interpretado como algo monótono e com pouco interesse. Mas uma casa com decoração minimalista, quando esta é bem conseguida, torna-se cativante e muito acolhedora.

Este estilo minimalista adapta-se bem a qualquer tipo de decoração desde o mais retro ao mais moderno, podendo ser personalizado de acordo com os seus próprios gostos e preferências.

Seguem-se algumas dicas para conseguir conferir à sua casa uma decoração minimalista.

Criar um espaço limpo para o estilo minimalista


A desordem é possivelmente um dos principais factores de stress numa casa. Ao adoptar uma abordagem minimalista, não só vai trazer mais ordem à sua casa, como também lhe vai conferir um aspeto de simplicidade e organização que nenhum outro estilo de decoração consegue atingir tão facilmente.

Embora provavelmente necessite de primeiramente fazer uma escolha entre o que é realmente necessário e o que não deve fazer parte da nova decoração, o resultado final irá acabar por compensar. Irá ficar com um ambiente mais amplo e menos cheio, logo menos stressante e confuso. O segredo está em manter tudo bem organizado e guardado em bons sistemas de arrumação e longe dos olhares de quem o visita.

 

 

 

Cores e texturas

Se pretende manter-se fiel ao estilo de decoração minimalista, então deve ver-se livre de alguns conceitos que manteve até hoje em relação às cores utilizadas na decoração. No estilo minimalista não se tenta criar um efeito dramático no ambiente através da escolha de cores ousadas para as paredes ou acessórios. Pelo contrário, o impacto é conseguido através de um espaço luminoso, amplo e limpo. As cores predominantes neste tipo de decoração devem ser os tons frios, como brancos, azuis, verdes, cinzas e coral. Esta paleta de cores altamente reflexiva permite que a luz faça o seu trabalho e ilumine todo o espaço. As características arquitectónicas da divisão tornam-se mais visíveis e todos os acessórios decorativos tornam-se num foco de destaque na decoração.

 

 

 

Tente induzir na decoração uma melhor percepção do espaço, evitando qualquer tipo de textura. Quando o espaço já possui decorações arquitectónicas visíveis, opte por usar formas simples, linhas retas ou representações assimétricas. Outros equipamentos electrónicos presentes no espaço devem complementar e misturar-se com a restante decoração. Opte novamente por aparelhos com linhas retas, finos e discretos.

Acessórios

O minimalismo também implica o uso de acessórios de forma discreta. Coloque no máximo, dois ou três objectos em cada zona ou peça de mobiliário. Decida o que você deseja exibir e o que deve ser mantido fora de vista. Se possui muitos acessórios e objetos decorativos que não quer deitar fora, então a solução passa por utiliza-los e muda-los de forma rotativa de tempos em tempos.

O conceito de minimalismo em termos de design de interiores centra-se na simplicidade. Use cores neutras, adquira mobiliário de linhas simples, exiba alguns acessórios como destaque e mantenha todas as coisas bem organizadas.

 



2 Comentários

  1. Angela Almofadas E Decoração 13 de Fevereiro de 2012
  2. Porcina Branco 6 de Novembro de 2012

Deixe o seu comentário