Decoração com plantas Decoração de Casas

Plantas para decoração: calêndula

Hoje vamos dar-vos a conhecer mais uma excelente planta para cultivo tanto no exterior em jardins, como no interior do apartamento. É também a planta ideal para amantes de plantas pouco inexperientes, uma vez que requer poucos cuidados e pode tolerar alguns “abusos”.

Contudo, e como sucede com qualquer tipo de plantas, também a calêndula necessita de alguns cuidados específicos para se manter bonita e saudável. Seguem-se  por isso, algumas orientações básicas para que floresça todo o ano e alegre o seu apartamento com as suas lindíssimas cores.

Origem e características


Conhecida  também como bem-me-quer, mal-me-quer, margarida-dourada, botão de ouro, entre outros, a calêndula é uma planta herbácea natural, da família das margaridas, que alcança de 40 a 60 cm de altura. Da família das asteraceae, esta planta tem uma floração longa, quase durante todo o ano, adaptando-se bem, inclusive, a zonas com temperaturas mais frias, não tolerando contudo geadas.

A sua origem é bastante debatida. Alguns especialistas pensam que a sua origem seja europeia, outros pensam que é originária do México, uma vez que os aztecas a utilizavam pelas suas propriedades curativas. O certo é que é uma planta que se encontra já difundida por todo o mundo.

As suas flores, como acontece com as do girassol, seguem a luz do sol. Têm entre 5 a 7,5 cms de diâmetro e sustentam-se no topo de hastes firmes e erectas. Podem ser simples ou dobradas e possuem uma grande variedade de cores desde o bege claro até ao amarelo forte ou laranja, passando até pelo dourado. Uma particularidade interessante é que se fecham ao anoitecer, voltando depois a abrir-se com a luz do dia.

Cuidados essenciais

Apesar de ser uma planta algo resistente é necessário que tenha alguns cuidados essenciais para a manter sempre bonita e saudável. Destacamos os seguintes:

  • Luminosidade: A calêndula é uma planta que gosta de estar em zonas de grande iluminação, de preferência a pleno sol. Contudo, também pode ficar em zonas de semi-sombra. Quando em vaso coloque esta planta num local do apartamento onde receba luz solar direta durante grande parte do dia. Nos climas mais quentes, durante a tarde deve ter sombra para prolongar a estação das flores, que de outra forma se queimam.
  • Temperatura: Prefere temperaturas moderadas. Mas adapta-se bem a climas diversos e é resistente às baixas temperaturas do inverno, até um limite de menos 3ºC. Não tolera geadas.
  • Adubo: Deve ser plantada em solo fértil e bem drenado, com bastante matéria orgânica. Durante a floração adube a planta a cada 15 dias, com adubo líquido próprio para flores dissolvido na água da rega.
  • Rega: Efetue regas regulares. Deve-se regar a planta sempre que a terra apresentar-se seca. O ideal é regar todos os dias no verão, nas outras estações rege dia sim dia não.  Se viver num clima mais frio, as regas da calêndula podem ser mais espaçadas. Cuidado para não encharcar as raízes da planta. Se o solo se encontrar húmido não volte a regar.

 



1 comentário

  1. Rita Rodrigues 10 de Junho de 2012

Deixe o seu comentário

Nome : Email :