Decoração com plantas Decoração de Casas

Plantas para decoração: Crisântemos

Os crisântemos são uma das plantas mais populares do mundo, ficando apenas atrás da popularidade das rosas. São excelentes plantas para decoração, podendo ter flores em várias cores como amarelo, branco, lilás, roxo, salmão e em vários tamanhos. Como qualquer planta, os crisântemos exigem cuidados especiais para se manterem bonitos e saudáveis. De seguida damos-lhe algumas dicas de como cuidar destas plantas em vaso e o que fazer para que as suas flores durem mais.

Origem


Os crisântemos são uma planta muito fácil de cultivar. Pensa-se ser originária da China, embora tenha sido no Japão que se tornou numa flor mais popular e à qual se dá inclusive veneração divina. Ao contrário do que se pensa, a esfera que surge no centro da bandeira japonesa não representa o sol nascente, mas sim, o coração de um crisântemo sem pétalas. Devido à semelhança com o sol nascente, tornou-se  um símbolo do país, inclusive o trono do imperador era conhecido como o “Trono do Crisântemo”. No Ocidente, entre outros significados, os crisântemos estão associados à morte, sendo as flores preferidas nos velórios e para representar os pêsames. Na América Central, a sua simbologia é bastante diferente, pois presentear alguém com flores crisântemo é uma declaração de amor.


Características

O crisântemo pertence à família das compostas e é uma das flores que apresenta maior diversidade de formas e cores. Existem mais de 100 espécies e mais de 800 variedades desta planta comercializadas em todo o mundo. O seu porte é herbáceo e geralmente de um metro, sendo a propagação feita através de estacas em estufas e sementes. As folhas podem ser lobuladas ou dentadas, lisas ou rugosas e são revestidas de um pó esbranquiçado, que lhe dão um aspecto acinzentado. É também uma planta bastante aromática e as suas flores são muito variadas, com formas que vão desde as mais simples tipo margaridas, às anémonas e até tubulares.

A floração do crisântemo ocorre no final do verão, permanecendo até Novembro ou Dezembro. Caso compre em flores ou corte-as da planta original, as flores cortadas podem durar até três semanas, caso a água seja frequentemente mudada e eliminadas as folhas de dentro de água.

Deverá podar a planta para que esta possa dar mais flores no ano seguinte. O momento mais adequado para o fazer é logo após a floração, assim que as flores já tenham caído. Corte os ramos deixando apenas cerca de quatro centímetros e em seguida, regue moderadamente.


Cuidados específicos

O crisântemo é uma planta que necessita de muita luz para incentivar o seu desenvolvimento, no entanto, deve ter-se o cuidado de não expor a planta a luz solar direta, o que poderá fazer com que seque ou fique queimada. Caso as flores não abram, a razão poderá dever-se a falta de luz, sendo aconselhável que coloque  a planta num local mais bem iluminado. O vaso deve também estar localizado numa divisão fresca e muito bem ventilada, pois murcha com facilidade num ambiente demasiado quente. A temperatura ideal para se manter saudável encontra-se entre os 13ºC e os 18ºC.

Os crisântemos devem ser regados frequentemente, tendo em atenção que a terra permaneça sempre húmida, mas evitando os encharcamentos. Lembre-se que o excesso de água é uma das principais razões de morte prematura em plantas, e os crisântemos não são excepção a esta simples regra. Opte por ter um solo bem drenado e pulverize também, com frequência com água, mas sem molhar os centros das flores.

Tenha o cuidado de eliminar flores e folhas secas ou murchas e de adubar a planta de 15 em 15 dias com um adubo líquido. Procure por um adubo específico para plantas com flores para manter a sua beleza e vivacidade. Caso as flores apresentem manchas castanho-claro na parte inferior das pétalas, poderá estar infetada com o fungo botrytis cinerea. Trate-a com um fungicida com benomilo.


Os crisântemos são sem dúvida uma excelente opção para usar como plantas para decoração. As suas belas flores de vários tons dão vivacidade a qualquer ambiente e são muito fáceis de cultivar e manter, sendo necessário que tenha apenas em atenção alguns simples cuidados com a sua manutenção, para que os crisântemos se mantenham saudáveis.



7 Comentários

  1. Amarilis Fontes 17 de Maio de 2011
  2. juliana 20 de Maio de 2011
  3. juliana 20 de Maio de 2011
  4. Joaquim Figueiredo 19 de Junho de 2011
  5. Ilda Gomes Santos 19 de Novembro de 2014
  6. prisicila 6 de Dezembro de 2014
  7. Carmen 14 de Fevereiro de 2015

Deixe o seu comentário

Nome : Email :