Decoração com plantas Decoração de Casas

Plantas para decoração: Pachira

A Pachira é uma planta tropical muito bonita e de aspecto exótico, que pode ser facilmente mantida em apartamento mediante alguns cuidados essenciais. 

É utilizada na decoração dos nossos apartamentos pela sua enorme elegância, sendo essencial que seja mantida com as condições de humidade mais apropriadas para que tenha um desenvolvimento saudável. São também conhecidas por diversos nomes, sendo o mais curioso “árvore do dinheiro”. Se a riqueza dependesse somente de termos uma determinada planta de interior, então a tarefa estava bastante facilitada.

Fique então a conhecer algumas dicas para cuidar destas lindas plantas de interior.

Características e origens da Pachira


Esta bonita planta é originária da América Central,  encontrando-se também no norte do Brasil e no Peru. Apesar de ser uma planta que vive normalmente em zonas pantanosas, quando mantida em apartamento não necessita de muita água para sobreviver. Devido a este pormenor, muitas pessoas acabam erradamente por causar a morte prematura da planta, uma vez que a regam em demasia.

A Pachira é uma espécie arbórea que pertence à família das bombáceas. É também frequentemente conhecida como munguba ou castanheiro-do-maranhão, falso-cacau, cacau-selvagem, castanheira-da-água, castanheiro-de-guiana, mamorana, entre outros. É uma bela árvore tropical, de caule frondoso e copa arredondada, capaz de alcançar 18 metros de altura. Como planta de interior não costuma alcançar mais de 5 metros.

O seu caule costuma ser entrançado, para ficar mais bonito, e as suas folhas verdes brilhantes e enrugadas dão-lhe uma enorme elegância. As suas flores são também muito bonitas e perfumadas, com longos estames de extremidade rosada e base amarela. Contudo, as flores só surgem caso a planta tenha sido cultivada no exterior. Também produz frutos, grandes e compridos, em tudo semelhantes ao cacau, que tal como as folhas e as flores também são comestíveis.

Esta exótica árvore pode também ser cultivada na forma de bonsai, desde que se vá verificando o seu crescimento através de podas controladas.

Cuidados essenciais

  • A Pachira (ou Munguba) aprecia bastante luz. Contudo, esta deve ser sempre indirecta, pois a luz solar directa acaba por queimar as suas folhas. Nos meses mais frios do Inverno pode tolerar algumas horas de sol directo, mas nunca em demasia.
  • Deve ser cultivada em solo fértil, drenável e enriquecido com matéria orgânica, com irrigações regulares, pelo menos até que alcance o porte adulto. Deve misturar turfa com terra superficial de bosque. A adubação deve ser feita uma vez por mês com adubo para plantas verdes, desde a Primavera até ao final do Verão.
  • Como sucede com a maioria das plantas tropicais, a Pachira não tolera temperaturas baixas. Abaixo dos 12ºC deixa de se desenvolver. É também uma planta que aprecia bastante a humidade, sendo esta fundamental para a sua saúde. Caso não se registem os níveis de humidade apropriados, as suas folhas podem começar a cair.
  • É uma planta que não aprecia mudanças bruscas de temperatura, sendo por isso fundamental que esteja num local do apartamento em que se mantenha resguardada de possíveis correntes de ar.
  • A  rega da Pachira deverá ser feita duas vezes por semana. Contudo, deverá ter o cuidado de deixar a superfície do substrato secar entre regas. Lembre-se que a rega em demasia poderá levar ao apodrecimento da planta.



11 Comentários

  1. Maria Irene Oliveira 11 de Abril de 2012
  2. Жадность Вавилон 11 de Janeiro de 2014
  3. Claret 4 de Junho de 2015
    • Fabiano Cesarino 9 de Dezembro de 2015
    • julio mendes 28 de Outubro de 2016
    • juliomendes 4 de Novembro de 2016
  4. Laura Milheiro Peres 26 de Abril de 2016
  5. Laura Milheiro Peres 26 de Abril de 2016
  6. julio mendes 28 de Outubro de 2016
  7. juliomendes 4 de Novembro de 2016
  8. Tiki Li 13 de Abril de 2017

Deixe o seu comentário

Nome : Email :