Decoração de Casas

Princípios da decoração de interiores para você arrasar na sua casa

Todo mundo já ouviu falar na decoração de interiores e muitas pessoas têm interesse em ter mais conhecimento sobre o assunto a fim de aplicar as técnicas diretamente em suas casas. É claro que um especialista sempre conseguirá fazer um trabalho diferenciado, mas você mesmo pode conhecer os princípios da decoração de interiores para entender melhor como funciona esse conceito e deixar o seu lar ainda mais lindo e confortável.

Princípios da decoração de interiores

Princípios da decoração de interiores

A decoração de interiores veio ganhando sucesso e espaço nos últimos anos por ter atitudes práticas e simples que podem revolucionar um ambiente. Na verdade, tudo é calcado nestes pilares: ritmo, harmonia, equilíbrio, unidade, contraste, centros de interesse, variedade, escala e proporção.

  • Ritmoapesar de o ambiente não se mover, os olhos perpassam o cômodo e aí está o ritmo. Dependendo da decoração de interiores aplicada, o olhar pode ir de um lugar a outro rapidamente ou seguir de forma mais lenta. O ritmo está ligado principalmente a curvas, linhas, cores e objetos.
  • Harmoniaé claro que é preciso equilibrar tudo para que o resultado da decoração de interiores seja o melhor possível. Por isso, você deve combinar texturas, formas, distribuição dos objetos, iluminação, materiais e outros elementos. O objetivo é sempre deixar o ambiente harmônico e evitar que um detalhe “brigue” com outro.
  • Equilíbrioter equilíbrio na decoração de interiores não significa somente ter simetria. O ambiente também pode ser dividido de forma assimétrica ou radial (situação em que os objetos estão seguindo um movimento circular). Porém é importante que esteja visualmente equilibrado.
  • Unidade – o ambiente deve estar dando a impressão de unidade, ou seja, de uma continuidade em relação aos outros cômodos da casa. Ter ambientes muito diferentes entre si cria desequilíbrio na decoração de interiores. Então, invista na repetição de alguns elementos; podem ser eles cores, texturas, formas, etc.
  • Contraste – o contraste é enriquecedor e pode dar um toque especial ao ambiente. Por exemplo, combine um sofá liso a algumas almofadas com texturas, coloque um quadro com moldura escura numa parede clara, etc. O contraste chama a atenção dos olhos e é bastante charmoso.
  • Centros de interesseapesar do contraste, os objetos não podem competir entre si. Por isso, alguns objetos devem chamar mais a atenção para si, seja devido à iluminação, ao tamanho, à forma, à cor ou a qualquer outro elemento.
  • Variedadeuma boa decoração de interiores combina elementos variados, trazendo para um mesmo ambiente diversas formas, texturas, cores para conseguir criar um cômodo bonito e atraente para os olhos.
  • Escalaa escala nada mais é do que a proporção. Portanto, se o espaço que você tem é pequeno, invista em móveis pequenos. Se o espaço é grande, aposte em móveis maiores. Não significa que tudo precisa ser pequeno ou grande, apenas que os objetos principais devem acompanhar a escala do ambiente.
  • Proporção – a proporção é parecida com a escala, mas é um pouco mais abrangente porque trabalha com outros elementos do ambiente, como o pé direito alto, cores escuras ou claras que criam a percepção de que o ambiente é menor ou maior, etc. Por isso, a proporção não se restringe ao tamanho do ambiente, mas também à impressão que se tem devido aos elementos utilizados na decoração de interiores.

Princípios da decoração de interiores1

Agora que você já conhece os princípios da decoração de interiores pode começar a avaliar se a sua decoração está bacana. Se não estiver, aproveite e mude. Você vai ver que pode ser mais simples e prazeroso do que parece.



2 Comentários

  1. LUCY 6 de Fevereiro de 2015
  2. Milly Barreiros 21 de Fevereiro de 2015

Deixe o seu comentário

Nome : Email :