Dicas de decoração de apartamentos, festas, eventos, decoração com tapetes, plantas e espaços pequenos

Plantas para decoração: Dália

A Dália é uma bonita planta que pode ser facilmente cultivada e mantida no jardim da sua casa. Existe em variadíssimas cores, formatos e tamanhos, trazendo enorme beleza e vida a qualquer divisão da casa quando colocadas em bonitas e elegantes jarras ou arranjos florais.

São plantas muitos simples de cuidar e que gostam de muito sol para se manterem saudáveis. No entanto, como acontece com qualquer outra planta, necessita de cuidados essenciais para que tenha um bom desenvolvimento e mantenha a sua beleza por muito tempo.

Neste artigo vamos ficar a conhecer um pouco mais sobre esta fantástica planta, a Dália.

Características e origem da Dália

A Dália é uma planta herbácea, originária do México. É cultivada a partir de tubérculos, muito apreciados já no tempo dos astecas, os “chichipatli”, que os utilizavam na sua alimentação. Estes tubérculos selvagens foram trazidos para a Europa por um médico da corte espanhola, que pensou que poderiam ser utilizados como complemente ao consumo da batata. No entanto, não tiveram grande sucesso entre os europeus, uma vez que o seu gosto era bastante amargo.

No século XVIII, o abade Cavanilles, então director do Jardim Botânico de Madrid, classificou a planta com o nome “dahlia”, em honra do botânico sueco Andreas Dahl. No entanto, foram os holandeses e os franceses os responsáveis pela expansão desta lindíssima planta, dedicando-se ao cultivo e produção de várias espécies híbridas.

Hoje em dia existe uma enorme variedade de espécies de Dália, com uma grande gama de cores, formas e tamanhos, agrupadas por categorias. Atualmente são reconhecidas cerca de 35 espécies diferentes.

Cuidados essenciais

A Dália deve ser cultivada num local com bastante incidência de luz solar, mas abrigado de ventos fortes. Em zonas geográficas com clima mais quente, a melhor opção é colocar estas plantas em locais em que só incida o sol da manhã e não durante o dia todo. Em locais de clima frio, precisa de no mínimo 4 horas de sol pleno.

As regas devem ser feitas regularmente, tendo sempre o cuidado de manter o solo húmido entre estas. Antes dos rebentos aparecerem, as regas devem, no entanto, ser feitas com menor frequência, de forma a evitar que os tubérculos apodreçam. Quando as plantas já estiverem desenvolvidas, as regas devem ser mais abundantes.

A Dália prefere clima ameno e um solo leve, fértil, permeável e rico em matéria orgânica. Durante a plantação cada tubérculo deverá ser plantado numa cova com a profundidade e a largura suficientes para a planta ficar à vontade e na posição mais correta. De seguida, deverá ser feita uma rega abundante.

Para a propagação é preciso dividir o rizoma, mas este deverá ter um pedaço de caule junto.

Outra forma de propagação vegetativa que pode ser feita é a estaquia, retirando  ramos terminais e plantando em substrato inerte de palha de arroz carbonizada ou areia, mantendo-o húmido até o enraizamento da planta. A melhor época para proceder a esta técnica de propagação da Dália é no Verão.

A Dália é uma ótima opção para canteiros de arbustos de florações sazonais, podendo combinar-se a cor das suas flores com outro tipo de plantas verdes para compor um bonito conjunto.

Plantas para decoração: Dália
Inserido nas categorias Decoração com plantas, Decoração de Casas

Etiquetas: , , , ,

Publicado por: em 5 Setembro, 2011

Deixe o seu Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2014. Todos os direitos reservados a Decoração de Apartamentos e | Dicas de decoração de apartamentos, festas, eventos, decoração com tapetes, plantas e espaços pequenos | Contactos | Quem Somos | Politica de Privacidade